Guia Completo da Renda Extra e o que você deve saber

Você já teve aquela experiência ruim da conta não fechar no final do mês? Saiba que obter outra fonte de dinheiro pode ser a solução. Além disso, também é uma excelente maneira de conquistar mais liberdade financeira, bem-estar e comodidade.

A renda extra se resume em ter outra alternativa para melhorar a receita do mês. Ela independe do salário fixo e pode ser utilizada de várias maneiras e diferentes finalidades. Com um mercado tão instável em que vivemos, é essencial ter uma fonte mais segura.

Existem diversas formas de obter uma renda extra. No entanto, A falta de um plano adequado pode fazer você perder tempo e dinheiro. Por isso, criamos este guia. Ao finalizar a leitura, você terá entendido a importância desse rendimento, quais as opções existentes e descobrirá qual delas se encaixa no seu perfil. Vamos lá?

Mercado de trabalho

O Brasil vive dias incertos no mercado de trabalho. Mais de 5 milhões de brasileiros estão desempregados há, pelo menos, um ano. Isso aumenta a concorrência, pois a tendência é que as empresas fiquem mais cautelosas nos processos seletivos, pela demanda de ofertas.

Se já não bastasse, o cenário político é duvidoso também. Várias reformas ainda serão votadas no Congresso — como a da previdência — o que causa mais dúvida sobre o que está por vir. Não se pode ter a plena certeza de que todos os direitos trabalhistas, regidos pela CLT, vão permanecer.

Essa crise toda que o País enfrenta traz alguns reflexos, por exemplo, 61 milhões de inadimplentes, segundo o Serasa. Mas também, com a média salarial do País fica complicado manter todos os custos necessários, não é mesmo? De acordo com a Catho, as atividades mais bem remuneradas pagam, em média, R$6.229,41.

Diante desse cenário, o brasileiro precisou se reinventar. Uma pesquisa realizada pela CNDL revelou que no ano de 2018, 64% das pessoas recorreram à renda extra. O que tem feito essas pessoas procurarem um dinheiro a mais no orçamento? Qual é o benefício disso? Veja a seguir!

Motivos para ter uma renda extra

Se o seu salário é insuficiente para realizar tudo que deseja, esse já é um fator prioritário para ter uma renda extra. No entanto, existem outras vantagens para considerar ter um dinheiro a mais no final do mês. Acompanhe algumas delas!

Aumentar a renda

O objetivo mais comum, sem dúvida, é aumentar a renda. Ainda que você não tenha um motivo que justifique o desejo de ter mais dinheiro, a sensação que um saldo bancário positivo proporciona, traz motivação e coragem para se esforçar ainda mais.

Você se sente seguro para correr riscos e planejar novas conquistas quando está confortável financeiramente. Além disso, pode melhorar o estilo e qualidade de vida.

Resolver um problema urgente

Você nunca saberá o que pode acontecer amanhã, não é verdade? Por isso, concentrar toda a sua fonte de renda em um único local é um risco enorme. Desse modo, da renda extra pode sair seu fundo de emergência.

Esse dinheiro a mais trará mais tranquilidade. Porém, quem não garante que esse complemento pode se tornar seu salário principal? Pense nisso!

Fazer um investimento

Que tal fazer algumas aplicações ou criar uma poupança por meio dessa receita? Você pode direcionar um percentual fixo dos seus rendimentos ou encaminhar o dinheiro extra direto para um fundo de investimento.

Existem várias opções no mercado. Confira algumas:

  • tesouro SELIC;
  • CDB;
  • fundos DI;
  • créditos LCI e LCA;
  • previdência privada, entre outros.

Acelerar a conquista de um objetivo

Você deve ter vários sonhos, certo? Seja fazer uma viagem ou investir em um curso de capacitação, a verdade é que nem sempre será possível realizar esses desejos somente com um salário fixo.

A renda extra é uma ótima aliada para antecipar a conquista dos seus objetivos. Dependendo do negócio, você pode até lucrar enquanto faz outras atividades. Entretanto, nada disso é alcançado sem um plano de ação.

Planejamento para ter mais uma fonte de renda

Ter um planejamento é essencial para impedir que a renda extra interfira na principal. Por isso, torna-se indispensável ajustar as expectativas para estabelecer as prioridades tão fundamentais nesse processo. Veja como fazer isso!

Defina um objetivo principal

Por qual motivo você procura fazer uma renda extra? Isso precisa estar claro antes até de começar. Alinhar essas expectativas no início vai evitar surpresas e frustrações. O objetivo que você traçar será seu guia em todos os passos seguintes. Portanto, tenha certeza de aonde quer chegar.

Crie uma estratégia

Sua estratégia deve ter ligação direta com três fatores:

  1. o tipo de trabalho que pretende executar;
  2. a quantia que gostaria de receber;
  3. o tempo de retorno sobre o investimento.

Então, tenha clareza na hora de decidir qual tipo de tarefa complementar você vai fazer. Depois disso, trace metas que podem ser alcançadas. Elas ajudarão a criar foco e permitirão a concentração no que realmente importa.

Busque motivação

Todo resultado tem seu tempo para acontecer, e com a renda extra não é diferente. Pode haver dias em que você se sentirá mais desanimado e cansado. Assim, lembre-se das metas que precisa cumprir. Todas as suas ações têm um porquê de serem feitas e se você desistir antes da hora, não colherá os frutos.

Confira algumas dicas que vão ajudá-lo em momentos de desespero:

  • faça atividades prazerosas;
  • organize sua rotina e espaço de trabalho;
  • peça ajuda sempre que necessário;
  • acredite.

Agora que você já sabe o que quer, chegou a hora de pesquisar sobre as opções existentes no mercado e que estão relacionadas ao seu objetivo.

Possibilidades de trabalho em casa

A internet fornece um mundo de oportunidades para fazer renda extra trabalhando em casa. Não existe fórmula mágica, basta pesquisar e identificar as opções que mais se aplicam às suas expectativas.

Assim como todo trabalho, também requer dedicação. Às vezes, pode ser aprender uma nova habilidade ou aplicar horas na produção de uma tarefa. Mas uma coisa é certa: se você investir, terá resultado. Veja algumas ideias para inspirá-lo!

Ser freelancer

Todo mundo tem um hobby que se sente realizado quando faz. O que muitas pessoas não sabem é que existe a possibilidade de monetizar esses trabalhos. Existem plataformas encarregadas de fazer com que pessoas interessadas encontrem esse tipo de serviço.

Portanto, liste algumas tarefas que você é bom em fazer e que pode receber por elas. Quem sabe, não está perdendo a chance de conseguir um dinheiro e ainda trabalhar feliz? Confira algumas opções de sites para cadastro de atividades autônomas:

  • 99 freelas;
  • Freelancer;
  • Workana;
  • Prolancer.

Vender artesanato

Hoje, os pequenos artesãos contam com todo suporte da internet para investir no negócio. Esse apoio vai desde as aulas no YouTube até a venda dos produtos em uma rede social, por exemplo.

Se você gosta de trabalhos manuais, vale considerar essa possibilidade. Além disso, existem plataformas específicas para a venda desse tipo de produto, por exemplo:

  • Elo7;
  • ArteJá;
  • Ateliweb;
  • Tanlup;
  • Mercado Livre (embora não seja específico para artesanato, também é uma ótima opção para isso).

Fazer culinária

Você já parou para analisar a demanda de ofertas culinárias em datas comemorativas? Por exemplo:

  • ovo de chocolate na Páscoa;
  • comidas típicas de festa junina;
  • massas no dia dos namorados;
  • peru recheado no Natal.

Essas são as épocas em que mais se vende esse serviço. Se você gosta de cozinhar, pode juntar o útil ao agradável e investir nessa opção. No entanto, não se limite apenas aos momentos atípicos. Produza fora de épocas especiais e continue lucrando, como acontece com a venda de bolo de pote e marmitex.

Inscrever-se em um programa de afiliados

Já pensou em acordar todas as manhãs contando quanto faturou enquanto dormia? Parece surreal, mas a recorrência de pagamentos é a maior vantagem de se trabalhar com programa de afiliados.

Você pode ganhar uma excelente comissão com a venda de cursos, por exemplo. De quebra, ganha flexibilidade para trabalhar, sem obrigações de CLT ou metas exaustivas. Desse modo, é possível ser dono do seu tempo. Não é fantástico?

Mas não se engane ao pensar que é um dinheiro fácil. O afiliado precisa trabalhar para divulgar produtos e atender clientes.

Abrir um e-commerce

Ter um e-commerce (loja virtual) é mais barato do que uma loja física. Além de toda a operação ser realizada na sua própria casa, é possível começar o negócio sozinho. Contudo, você precisa estar atento a alguns detalhes.

Além da plataforma precisar oferecer um gateway de pagamento, você deve se preparar para entregar desses produtos. Vai enviar pelos correios? Contratar uma transportadora? Vale a pena conferir a lei do e-commerce para não cometer nenhuma irregularidade.

Passear com pets

Com o excesso de compromissos, a vida tem ficado cada vez mais corrida, concorda? Nesse contexto, entrou uma nova forma de renda extra: cuidar de animais de estimação. A maior demanda de oferta desse serviço acontece quando os donos precisam viajar e não tem com quem deixar seus pets.

Passear com o bichinho e cuidar das necessidades fisiológicas são alguns exemplos das atividades envolvidas nesse serviço. Você pode oferecer em locais, como:

  • aplicativo da DogHero;
  • anúncios nas redes sociais;
  • cartaz no condomínio;
  • grupos de amigos.

Alugar um quarto de sua casa

Se você acha esquisito hospedar um estranho na sua casa, saiba que essa opção de renda extra está crescendo em todo o mundo. O Airbnb registrou 2,5 milhões de hóspedes em apenas um dia.

As pessoas alugam quarto, cômodo e até sofá na sala. A maioria desses clientes são turistas ou pessoas que estão viajando a trabalho. Geralmente, só querem um lugar para dormir.

Desafios de ter uma renda extra

As ofertas para aumentar os proventos no final do mês são inúmeras, mas não se pode negar os desafios que a renda extra traz. Além das dificuldades rotineiras de todo negócio, é preciso jogo de cintura para solucionar os problemas.

Então, descubra os principais obstáculos que podem surgir e como lidar com cada um deles!

Oferta idônea

Não se pode acreditar em toda oferta de renda extra. Muitos golpistas têm aproveitado a crescente demanda de trabalhos em casa para fazer propostas mirabolantes e aplicar golpes. Por isso, é essencial pesquisar a procedência da oportunidade.

As mídias são ótimas fontes para descobrir a veracidade da oferta. Sites como Reclame Aqui e as redes sociais do contratante podem revelar pontos positivos ou negativos que servirão como um alerta.

Além disso, acenda a lâmpada vermelha se identificar alguns destes sinais:

  • promessas de dinheiro fácil;
  • solicitações públicas de dados pessoais, como em comentários no Facebook;
  • perfis falsos nas redes sociais;
  • empresas com má reputação na internet;
  • falta de depoimentos de pessoas satisfeitas;
  • pedidos de pagamento antecipados.

Medo de negociar

A habilidade de negociar também pode ser um desafio, principalmente se você nunca trabalhou diretamente com vendas. Construir uma clientela requer tempo e muita dedicação, portanto, os primeiros contatos são sempre mais difíceis.

Algumas técnicas de persuasão farão você sentir mais segurança. Comece sempre a conversa de maneira amistosa, focando na dor do cliente, e não necessariamente no produto ou serviço. Faça perguntas para entender o que ele precisa e como poderá ajudá-lo.

Além disso, utilize os recursos mais acessíveis nesse primeiro momento. Não adianta investir caro em um site personalizado se você ainda não está faturando. Existem outras formas de divulgar seu negócio com investimento mais acessível, como:

  • marketplace do Facebook e Instagram;
  • listas de transmissão no WhatsApp;
  • blogs gratuitos;
  • folders em locais específicos, como feiras e lojas correlacionadas.

Comprometimento

Ter comprometimento com sua nova ocupação é essencial para colher os resultados. Você precisa ter disciplina para fazer a atividade que se propôs no tempo combinado. Quebrar um compromisso pode ser um problema sério para a sua reputação, principalmente no início, porque a primeira impressão é sempre a que fica.

Do contrário, entregar um projeto ou dar um retorno sobre uma pendência pode fazer uma grande diferença na sua relação comercial. Demonstra respeito e cuidado com o outro, o que é um passo para a fidelização de clientes. E, quando o consumidor percebe essa lealdade, vai comprar novamente com você e indicá-lo para os amigos.

A pesquisa CX Trends 2019, realizada para avaliar o futuro da experiência do cliente no Brasil, revelou um dado que comprova isso: 65% dos entrevistados afirmaram que o atendimento é o fator principal para comprarem novamente, além de 21% considerarem a marca quando ela é recomendada por outros.

Ter uma remuneração adequada pode parecer um sonho, porém, com organização e iniciativa é possível maximizar seus resultados e alcançar tudo isso em um menor tempo.

Dicas para aumentar a produtividade

Para conciliar as duas ocupações é preciso foco e disciplina. Se concentrar no objetivo principal vai ajudá-lo a persistir e não desanimar. Ninguém disse que seria fácil, afinal, manter uma rotina dupla é para os fortes.

Existem práticas que são essenciais para melhorar seu desempenho. Acompanhe algumas delas!

Crie metas diárias

Transforme seus objetivos em metas decrescentes, por exemplo:

  • 1 ano;
  • 6 meses;
  • 3 meses;
  • 1 mês;
  • por semana;
  • por dia.

Cada alvo precisa ter relação direta com a conquista dos seus ideais. Além disso, a meta vai além da amplitude de um objetivo. Ela precisa ser específica, ter finalidade e prazo determinado para ser cumprida.

Estabeleça um horário

As tarefas que não são monitoradas precisam ainda mais de disciplina e comprometimento, uma vez que não há um chefe para cobrá-las. Uma dica para ter melhor rendimento é fixar horários e momentos para cada atividade.

Por exemplo, se você é um afiliado, pode determinar que de toda segunda vai planejar sua estratégia de divulgação dos produtos. De terça a quinta, entra em contato com os prospects e, na sexta, faz ações de marketing digital.

Mantenha a organização

Sem organização no ambiente de trabalho é muito difícil ter produtividade. Ainda que você trabalhe em casa, precisa de um espaço com iluminação, ventilação e materiais ao seu alcance.

Nesse início de trabalho, vale tudo para reduzir custos. Então, considere a possibilidade de aproveitar mesas, cadeiras e outros materiais que, às vezes, precisam apenas de um toque para ficar em condições de uso.

Elimine a distração

Você sabia que o brasileiro passa, em média, 9 horas por dia no smartphone? Esse dado foi extraído de uma pesquisa feita pela Hootsuite. As distrações tanto da TV quanto da internet, podem roubar uma boa parte do seu tempo.

Fugir dessa dispersão requer treinamento diário. Pode ser um pouco difícil no começo, mas depois você vai agradecer quando colher seus resultados. Então, crie uma rotina com essas ações:

  • feche suas redes sociais;
  • silencie seu celular;
  • desligue a TV;
  • feche seu e-mail.

Faça pequenas pausas

Assim como é importante fugir das distrações, também é necessário fazer uma pausa. O descanso vai renovar suas energias, o que o deixará mais motivado. Faça pequenas paradas durante o dia para levantar um pouco, respirar ar puro e relaxar.

Mas tome cuidado! Se a pausa for muito longa, pode comprometer sua produtividade e, quando perceber, já passou 2 horas na timeline do Facebook. O ideal é que seja de, no máximo, 10 minutos.

Aprender algo novo também requer etapas a serem vencidas. Então, acompanhe como se especializar para alcançar seu desenvolvimento profissional.

Aprimoramento profissional

Com um mercado tão competitivo, cada vez se torna mais necessário investir em conhecimento. O aprendizado é importante para qualquer etapa, seja para começar com um trabalho de renda extra ou melhorar o posicionamento profissional.

Uma boa dica é investir em cursos que podem preparar você para a atividade que está exercendo. Existem vários modelos a serem considerados, por exemplo:

  • extracurriculares;
  • idiomas;
  • técnico;
  • graduação;
  • pós e especializações.

Além disso, manter-se atualizado no mercado vai aumentar o seu potencial competitivo, uma vez que estará informado sobre as tendências e necessidades da sua área. Então, participe de outros encontros que podem favorecer a troca de ideias e o networking, como palestras, webinários e fóruns.

Contudo, essa decisão somente deve ser tomada quando souber qual a atividade ideal para o seu perfil e expectativa de futuro.

Escolha da atividade ideal

Todo início de trabalho é um novo desafio, até mesmo com a renda extra. São horas de dedicação e empenho até alcançar os resultados. Por isso, antes de começar, é essencial descobrir qual a atividade ideal para você.

Essa escolha deve considerar fatores fundamentais que estão relacionados ao seu perfil, estilo e projetos do futuro. Observe!

Identifique suas aptidões

Leve em conta que você vai investir uma boa parte do seu tempo nesta atividade, então, ela precisa valer a pena. Dê preferência por tarefas que você é bom e tem facilidade. Isso é fundamental para não correr o risco de sentir insatisfação e abandonar o trabalho logo depois.

Descubra o que gosta de fazer

Realizar tarefas de que gosta vai deixá-lo ainda mais motivado. Ninguém consegue fazer uma atividade desagradável por longas horas. Dessa forma, descubra as ações que você faz com prazer e ainda pode ser remunerado por elas.

Se você não conhece quais as atividades trazem mais contentamento, pode se fazer algumas perguntas para identificar. Confira:

  • quais foram os momentos que mais sentiu realização?
  • Quais tarefas estava fazendo?
  • O que gosta de fazer e que poderia passar horas executando, sem se importar?

Conheça suas limitações

Todas as pessoas têm perfis diferentes. Algumas são melhores com números, outras preferem seres humanos. Conhecer suas potencialidades também é essencial para identificar suas limitações.

Por isso, antes de escolher a atividade ideal para ganhar renda extra, pense em como se sentiria ao executar tais tarefas, e evite aquelas que não se aplicam ao seu perfil. Não é uma questão de certo ou errado, mas sim de respeitar quem você é acima de tudo.

Ter uma renda extra é uma ótima oportunidade de realizar sonhos que não são possíveis somente com o salário atual. Além de ser um movimento em constante crescimento no Brasil, traz segurança quanto a sua saúde financeira.

Mas também é essencial entender quais são suas motivações para ter essa renda extra. Assim, você não corre o risco de começar em um trabalho que não atende suas expectativas e traz frustrações.

Crie uma nova rotina, se permita aprender coisas novas e faça o que você realmente gosta. Os resultados positivos serão consequência de toda a sua dedicação.

Agora que você já aprendeu tudo que precisa sobre ter uma renda extra, que tal se tornar um afiliado da Saber em Rede? Para entender como funciona, entre em contato conosco!

One Reply to “Guia Completo da Renda Extra e o que você deve saber”

  1. […] O que achou das nossas ideias incríveis? Quer aprender mais sobre este assunto? Então, descubra tudo o que você precisa saber sobre renda extra! […]

Deixe uma resposta