Renda recorrente: por que é importante e como conseguir

6 minutos para ler

As formas de trabalhar e ganhar dinheiro estão mudando constantemente. Isso acontece devido às inovações tecnológicas e mercadológicas. Nesse contexto, a renda recorrente é uma opção interessante de diversificar os ganhos e fortalecer a entrada de receitas.

Em um mercado profissional cada vez mais concorrido, é fundamental diversificar as fontes de receita. Mesmo que não seja um grande investidor, é possível agir de maneira que possibilite a geração de um novo ganho. 

Neste artigo, vamos explicar o que é a renda recorrente e porque ela é importante. Além disso, daremos algumas sugestões de como você pode conseguir essa fonte de renda extra. Acompanhe a leitura!

O que é a renda recorrente?

A renda recorrente pode ser definida como a receita que você gera, mesmo quando não está envolvido diretamente com a atividade geradora de renda. Ela também é conhecida como residual ou passiva e, diferente da renda ativa, não gera receita enquanto o trabalhador está atuando.

Assim, se ele for demitido ou parar de trabalhar, não receberá o dinheiro. Já no caso dessa fonte, a receita é mantida até quando a pessoa não está trabalhando.  

Isso não significa que o dinheiro é conquistado de maneira fácil e que você nunca mais precisa se preocupar com o assunto. Para alcançar esse patamar, é necessário muito esforço para estruturar todo o processo da geração de renda recorrente. Se as coisas fluírem bem, em certo momento o fluxo será estabelecido.

Algumas pessoas conseguem isso por meio de investimentos, seja em ações, imóveis ou outras opções. Outra maneira é com uma ideia empreendedora, porém, abrir o próprio negócio não é garantia de renda passiva, já que ele pode não decolar. 

É importante ressaltar que o estabelecimento de uma renda recorrente não significa que ela será permanente e eterna. Apesar de ser uma fonte de rendimento com continuidade ao longo do tempo, em algum momento ela deve chegar ao fim.

Algumas podem durar por anos, mas são mais raras e difíceis de serem conquistadas. O ideal é sempre variar o fluxo de recebimento, não ficando dependente de apenas uma fonte de receita.

Por que ela é tão importante?

A renda recorrente é um elemento importante do planejamento financeiro. Ela impacta os investimentos, pode dar estabilidade e previsibilidade para as receitas e concede ao investidor um pouco mais de tranquilidade, se comparada a um trabalho tradicional. 

Quando a pessoa consegue estabelecer uma fonte confiável de renda recorrente, ela não precisa mais trabalhar de forma exaustiva. É possível ter uma vida mais livre e com uma capacidade maior de fazer o que você gosta. Porém, é necessário ficar atento à manutenção dessa receita, para não perder uma entrada que já está garantida por um bom tempo. 

Além disso, a previsibilidade nos ganhos oriundos desse tipo de receita permite um planejamento financeiro mais preciso. A organização é fundamental para manter a saúde financeira, portanto, esse ganho contribui para atingir a tão sonha estabilidade. 

Qualquer pessoa consegue estabelecer esse tipo de receita?

A resposta para essa pergunta é sim. Porém, isso não significa que é uma tarefa simples ou rápida. Para chegar a esse nível é necessário muita paciência, disciplina e um bom faro para oportunidades interessantes. 

O modelo tradicional está ligado ao pagamento de contas com a renda originada de fontes alternativas de investimento. Dessa forma, vive de renda recorrente quem tem imóveis alugados ou investe em ações e aplicações em tesouro direto. 

Essa não é a realidade da maioria das pessoas, mas também é possível começar a partir do zero e até trabalhando de casa. Para tal, é preciso ficar atento às oportunidades que possam surgir, como venda de produtos online ou se juntar a um programa de afiliados. Sobre isso, falaremos na sequência. 

O que podemos fazer para conseguir uma renda recorrente?

Como nem todo mundo tem dinheiro suficiente para investir em imóveis ou ações da bolsa, é preciso encontrar formas de gerar renda recorrente como autônomo. Confira algumas sugestões nossas!

Criar e vender produtos digitais

A criação de produtos digitais é uma boa maneira de conseguir uma renda fixa. Se você é especialista em alguma área ou consegue produzir conteúdo interessante para um nicho específico, é possível ganhar dinheiro com isso. 

Você pode escrever um e-book, elaborar um curso digital ou produzir vídeos interessantes. Depois disso, vem a fase de divulgação e venda desses materiais. Se o conteúdo for de qualidade e atemporal, ele tem potencial para gerar dinheiro por um longo período. 

Inscrever-se em um programa de afiliados

Um programa de afiliados é uma excelente oportunidade de conseguir uma recorrência boa de pagamentos, além de permitir que você consiga trabalhar em casa. Quando a pessoa consegue estabelecer uma boa rotina de comissões, ela garante um fluxo interessante de receita. 

Você pode ganhar uma excelente comissão com a venda de cursos, por exemplo. Ainda tem flexibilidade para trabalhar, sem obrigações de CLT ou metas exaustivas. A principal tarefa como um afiliado é promover o produto ou serviço. As negociações depois disso são tratadas pela empresa que está possibilitando essa transação. 

Oferecer serviços e produtos com assinatura

Imagine um produto ou serviço que o cliente procure com muita frequência, mas no momento em que a disponibilidade financeira diminui, ele suspende esse gasto. Para evitar isso, é interessante oferecer um cartão de fidelidade ou assinatura. 

Dessa maneira, você garantirá a venda por mais tempo, sendo mais fácil se planejar e ter uma previsão dos ganhos. Isso serve para várias atividades, como aulas de algum instrumento, venda de produtos alimentícios e até serviços mais específicos. 

Essas são algumas considerações a respeito da renda recorrente. Como vimos durante o texto, ela é uma opção para qualquer pessoa e contribui na previsibilidade financeira. Uma excelente forma de prover essa receita é por meio de inscrições em programas de afiliados. Então, pense nessa possibilidade para alavancar seus ganhos.

Você gostou de aprender mais sobre esse tema? Aproveite e assine a nossa newsletter para receber outras informações importantes sobre diversificação de renda e aumento de ganhos!

Posts relacionados

Deixe uma resposta